Novidades

segunda-feira, 5 de junho de 2017

Fast Review: Detective Comics 2



Original: Detective Comics
Editora: DC / Panini
Roteiro: James Tynion IV
Arte: Alvaro Martinez, Raúl Fernández

E, o que parecia promissor, até agora não mostrou a que veio. Depois da formação de uma equipe bem diferente na primeira edição, esse segundo número trouxe poucas novidades. O Campanário, a base do grupo, foi atacada por um grupo de soldados fantasiados de batmen e a Batwoman recorre a um grande militar para ajudar nesse momento em que Bruce Wayne está fora de cena, pois foi capturado pelo bando. O tal militar – o pai dela – com acesso total ao Campanário mostra suas verdadeiras intenções: ele era o cara mau da história. Que surpresa interessantZZZZZZZZZZZzzzzzzz...

Esses soldados são uma iniciativa das forças armadas de terem seus próprios “Batman” e estão em ação pelo mundo já há algum tempo. O objetivo do momento é se antecipar à chegada da Liga das Sombras (sim, a liga genérica do Ra’s al-Ghul em Batman Begins) que nesse encarnação é algo ainda mais poderoso que a Liga dos Assassinos.

Apesar da equipe formada por Batwoman, Robin Vermelho, Spoiler, Órfã e Cara de Barro ser cheia de potencial, os dois pontos altos da revista estão ligados ao Batman. Primeiro, os militares mostram alguns dos itens guardados no cinto de utilidades. Depois, sem o cinto, o homem morcego consegue fugir de uma cela de alta segurança.

Espero que a trama melhore na próxima edição.



Atos Finais