Novidades

quarta-feira, 3 de maio de 2017

Fast Review: Old Boy 1-4



Original: Old Boy /オールド・ボーイ
Editora: Futabasha / Nova Sampa
Roteiro: Garon Tsuchiya
Arte: Nobuaki Minegishi

Entrei na banca para comprar alguma coisa. Precisava ir ao banco e sabia que ia demorar, então era providencial que eu achasse algum gibi barato e minimamente interessante para me distrair por um tempo. Fui olhando tudo o que estava exposto até que meus olhos esbarraram em um pacotinho bem no canto da prateleira. Eram as duas primeiras edições de Old Boy por R$ 9,90. O filme coreano é um dos meus preferidos de todos os tempos e sempre tive curiosidade de ler o material original. Comprei. E, por sorte, na semana seguinte achei em outra banca um pacotinho semelhante com as edições 3 e 4.

Avaliando fisicamente os gibis, logo torci o nariz. Papel jornal (e velho, já que eram edições encalhadas), cola ruim na lombada, tratamento gráfico sem capricho... mas paguei 5 reais em cada um, então nem vou reclamar.

A história é interessante. Começa semelhante à do filme, com um homem aprisionado por longos anos e depois libertado sem qualquer explicação. Mas o desenvolvimento da trama (até o fim da quarta edição) é bem diferente. Mais calmo, mais arrastado, o que não é de todo mau, já que acabam sendo explorados alguns aspectos que no filme são corridos, como a relação do protagonista com uma jovem mulher, bem como a figura do inimigo misterioso.

Aguardo a distribuição em bancas das quatro últimas edições, mas não estou muito empolgado. Vamos ver o que o final reserva. Espero uma boa surpresa que me faça mudar de ideia sobre a qualidade geral do título.



Atos Finais