Novidades

quinta-feira, 28 de julho de 2016

Batman: A Piada Mortal


Sejamos sucintos...

Filme tão merda que o povo só fala da cena que nem devia estar nessa adaptação
31m e 5s de uma história não não tem nada a com a Piada Mortal que só serviu pra fazer a polêmica da Batgirl transar com o Batman, o que na minha opinião de merda é bem natural, afinal muitas mulheres preferem caras mais velhos aos mais novos (afinal o Dick, aquele viadinho, é bem mais novo que a Batgirl e os "fãs" vivem esquecendo isso), fora que o Gordon tem idade pra ser pai da Morcega, logo a diferença de idade não é grande. Além do mais, por já serem amigos, isso já deixa a relação ainda mais familiar, afinal seria como se você pegasse a filha do chégas do seu pai.

Pra vocês que reclamam do Batman fazendo "séquiço"
Quanto a Piada Mortal em si, tá lá, só que com uma animação muito mais simplista, que não se esforça em parecer com a das HQs, e ela própria tem algumas cenas fillers, como o Coringa cantando (o que quebra totalmente o clima tenso que o filme devia ter).

Já sei porque ele não quis o nome dele nos créditos dessa bomba
Por fim temos uma adaptação de 1h10 de uma HQ que podia ter sido adaptada em 30min (podiam ter pego o dinheiro gasto nos outros 40 minutos e caprichado mais na animação dos 30min do filme que valem, afinal a DC já anda lançando filmes animados com essa duração).


É triste ver como a DC se esqueceu de fazer boas adaptações de HQs delas mesmos. Se continuar assim, vão ficar no mesmo nível ruim das animações da Marvel. Agora adeus, porque esse filme medíocre não merece uma resenha mais longa que isso.

Atos Finais