Novidades

sexta-feira, 6 de maio de 2016

Porque dar uma chance para "Supergirl"?



Uma análise sincera.


Lembro muito bem quando "vazou" o episódio piloto de "Supergirl" e foi um auê, um frisson. Todos reclamaram muito sobre o teor feminino imposto na série e de como parecia um "Diabo Veste Prada com uma super heroína".

Eu fui um dos caras que automaticamente pensou: "Não vou ver essa merda nem fudendo, Batman!". Mas o destino me pregou uma peça...



Resolvi assistir só um episódio pra ver se era aquela merda que tinha sido apresentado no piloto, e não é que me enganei? A série é boa! Claro, dentro do seu limite orçamentário. Ela não pode usar histórias clássicas mas mesmo assim se vira com o que tem no estilo "vilão da semana". A CBS usa o que tem da melhor forma possível. 

Melissa Benoist, além de linda é ótima atriz. Seu carisma traz um ar bem diferente pra série. O elenco de apoio não ajuda nem atrapalha mas é muito melhor que o de "Flash", cujos personagens são extremamente irritantes. 


"Supergirl" tem dois problemas: roteiro e orçamento. As histórias são um tanto quanto repetidas; girando em torno da vida pessoal de Kara, seu emprego e seus vilões. A série chega citar o Superman, mas creio que não seja o mesmo do Zeca Snyder.

O baixo orçamento gera coisas como essa:



Mas em compensação, a série nos trouxe um dos momentos mais legais que eu já vi!


OLHA A FELICIDADE NO ROSTO DESSA LINDA
"Supergirl" da CBS não tem nada de mais, mas é uma série ótima para se ver sem compromisso. Divertida, leve e carismática.

Infelizmente a série está sofrendo corte de orçamento, o que obrigou a produção a se mudar para Vancouver. Mas pelo o que eu li, "Flash" e "Arrow" também foram filmadas lá então creio que não mudará muita coisa...

Isso não é um review, mas taí a minha nota pra série até agora.








Atos Finais