Novidades

8 de julho de 2015

[ Review ] Golden Boy - Sensualidade, simplicidade e humor na medida certa

“Meu nome é Kintaro Oe.
Eu tenho 25 anos, e ganho a vida trabalhando meio-expediente, sem maiores preocupações.”
E é assim que somos apresentados ao protagonista do nosso anime.
Kintaro é aquele tipo de cara que coloca os fones de ouvido e sai cantando enquanto da um rolé pela cidade como se estivesse em um clipe, sem se importar com o que pensam dele.
Inseparável de sua bicicleta, a Crescent Moon, ele vive arrumando empregos – e problemas –, tentando aprender o máximo com cada um deles.
Todas as informações valiosas são anotadas por ele em seu, também inseparável, caderninho, e vários desenhos analisando a anatomia das garotas também.
Em um primeiro momento temos a impressão de que Kintaro é só um cara desastrado e tarado – e realmente ele é –, mas com o andamento do anime começamos a nos surpreender com o esforço dele em entender os problemas ao seu redor e tentar soluciona-los, mudando drasticamente a vida das grotas – em sua maioria, chefes de Kentaro – que são apresentadas durante a série.
Às vezes vemos o jovem Kintaro fazendo algumas “cagadas”devido a sua queda incontrolável por vasos sanitários, ou melhor, pelos locais em que as garotas da série sentam para fazer suas necessidades.

Kintaro tentando se explicar após uma recaída.

Durante os seis episódios do anime somos apresentados a belas personagens, sempre bem sucedidas e lindas, algumas com taras estranhas, outras com um temperamento daqueles, mas cada uma bem singular.
As belas garotas de Golden Boy.
Em suma, por se tratar de um anime curto, sempre temos personagens bem retratados e com situações variadas. Junto com o toque de humore superação, o anime consegue conquistar qualquer um que lhe dê uma chance.
Não posso deixar de falar do apelo sexual de Golden Boy, apesar de não se tratar de um hentai, durante todo o anime nos deparamos com cenas de nudez, masturbação feminina e orgasmos. Serio não é um hentai.
As chefes de Kintaro.

O ultimo episódio é com certeza o mais legal, ele faz a ligação de todos os personagens apresentados durante o anime, satirizando o autor, Tatsuya Egawa, e toda a indústria de animes.

Músicas e Abertura



As músicas do anime são simples, e exatamente por isso não deixam a desejar, são sempre animadas e conseguem dar o clima certo a cada situação.
"Oe Kintaro, 25 anos...
Ele abandonou o curso de Direito em Toudai.
Ele o fez por vontade própria, pois já tinha completado todo o currículo.
Desde então, ele tem mudado de emprego e aprendido sobre a vida.
Com sua bicicleta favorita, a Crescent Moon, ele continua a se mudar.
E talvez, algum dia, ele poderá salvar o Japão, ou até mesmo o mundo..."

Bem, acho que isso é o que posso falar sem dar um grande spoiler de Golden Boy.  
O anime é uma comédia erótica em seis OVAs, cada um com pouco mais de 30 minutos. E com certeza se destaca dentro do gênero, com um roteiro bem elaborado e momentos memoráveis.

9,5 de 10 Panquecas.

Atos Finais