Novidades

8 de maio de 2015

The Wire - 2ª temporada

Pois bem, pois bem! Eae, galere, beleza? Aqui quem fala é o PCB, e hoje vamos falar da segunda temporada de The Wire, sério da HBO. Vamos lá:




(lembrando que já falamos da excelente primeira temporada AQUI)

TRAMA: esta temporada segue de onde a primeira passou: o orgulhoso policial Jimmy McNulty conseguiu junto com uma equipe de policiais prender Avon Barksdale, o chefão de um esquema de drogas em Baltimore. Porém, por causa de algumas tretas políticas, o caso foi levado pros tribunais antes da hora, e não conseguiram acabar plenamente com o tráfico (arrancar uma cabeça de uma hidra serve de nada).

Assim, as drogas continuam a ser vendidas pelo parceiro de Avon, Stringer Bell, enquanto Jimmy e seus companheiros têm que voltar a seus departamentos policiais antigos. Na verdade, alguns acabam indo parar em divisões inúteis (punição por algumas cagadas passadas), como o próprio Jimmy, que antes trabalhava no departamento de homicídios, mas acaba parando na vigilância portuária (ficar andando de barco, patrulhando o rio).


Em um dia comum de trabalho, Jimmy acaba encontrando um corpo de uma mulher morta no rio e, logo em seguida, acabam encontrando no porto um container com 13 moças mortas. Logo se descobre que os dois casos estavam ligados, e a polícia começa uma investigação em torno dos estivadores que trabalhavam na região, liderados por Frank Sobotka.



Como o chefão da polícia já estava bravo com Frank (por um motivo bobo), resolveu chamar a “laureada equipe” que derrubou Avon Barksdale pra, agora, derrubar Frank. Ao longo da temporada, vamos vendo que Frank e seus parentes estavam utilizando as docas pra manter uma série de negócios com grupos criminosos do leste europeu.




PONTOS POSITIVOS: é ótimo rever os personagens antigos, que agora parecem ter uma dinâmica melhor entre si. Esta relação rende momentos engraçadíssimos, mas que são colocados nos momentos certos, não ficando exagerado. Além disso, a trama desta temporada é bacana, mas...


PONTOS NEGATIVOS: como a primeira temporada foi muito boa, é difícil não ficar meio desapontado com esta temporada. Os “vilões” desta temporada não são tão empolgantes como os da primeira (que continuam a ser mostrados nesta, em uma trama secundária geralmente interessante).


Vale relembrar o foco da série, presente mesmo no título: mostrar uma equipe de policiais investigando bandidos, através de escutas, informantes e outras técnicas. Essas investigações são muito legais, e foram muito utilizadas na primeira temporada, fazendo o espectador acompanhar bem o processo investigativo. Porém, nessa temporada foi usada só num ponto avançado da série, deixando falta no início.



EAE, VALE? A temporada foi bacana, mas ao contrário da primeira, dessa vez já consegui levantar alguns pontos negativos. Porém, os pontos positivos brilham mais, com personagens e investigações envolventes.




NOTA: 7,5/10

Atos Finais