Novidades

28 de maio de 2015

[Posts dos Leitores] A industria dos Quadrinhos V Scans (Por Nerd Supremo)


Fala manos e manas, titio Nerd Supremo, volta a atacar com mais um post, agora iremos 
falar sobre o bom e velho SCAN.


Já existe alguns anos, a luta da indústria dos quadrinhos contra eles, constantemente se 
queixam da queda das vendas com a proliferação de sites que disponibilizam as revistas 
em formato digital.

Alguns anos atrás, aqui no Brasil houve uma intensa repreensão contra os principais 
sites e páginas do falecido Orkut, que disponibilizavam os scans. Mas até que ponto, as indústrias tem razão quando dizem que as vendas caíram devido aos scans? Bem vamos fazer uma pequena analise.


Primeiramente, SIM, scans afetaram o número de vendas das Hqs, isso é inquestionável. 

Pessoas que antes compravam para saberem o que estava acontecendo com seus personagens preferidos, hoje já não precisam mais comprar, basta ter internet que já conseguem ler tudo que desejam.

Mas discordo que os scans tenham afetado de forma grave as editoras, pelo menos as grandes, infelizmente as pequenas sim, foram afetas de forma maior por não terem um publico alvo maior.

Agora, o que de fato, afetou a indústria dos quadrinhos, foi a incapacidade de se adaptar 
aos novos tempos, no mundo da música, hoje as gravadoras ganham milhões com as vendas digitais, o mesmo poderá acontecer com a indústria dos quadrinhos, já existe por ex. na DC a venda das hqs digitais, mas de uma forma errada, pois o valor da hq eletrônica, é o mesmo da revista impressa, assim não dará certo.

O que de fato, fez com que as vendas caíssem tanto, não é culpa única dos scans, mas de vários fatores, anos atrás, havia revistas que venderam milhões, X-men nº 1 de Jim Lee vendeu mais de 8 milhões de edições, numero que dificilmente será alcançado nos dias atuais, pois hoje, quando se vende acima das 300 mil copias, já é motivo de celebração.


A queda se deu a falta de qualidade, e ao infinito numero de exemplares nas bancas, Marvel e Dc, mais do que dobraram o numero de edições, personagens como Wolverine, Batman, Super-Homem, Homem Aranha, tem no mínimo 2 revistas nas bancas, fora as participações em grupos.

Alem de Marvel e Dc, temos muitas novas editoras, com bons materiais, o que faz com 
que as vendas se dividam. Se antes tínhamos por ex 100 exemplares nas bancas, hoje 
são mais de 500.

A falta de qualidade é outro fator, que graças aos scans, já sabemos o que é bom e o que 
não é. Com os Scans, já sabemos se determinada saga é algo que valha a pena comprar 
ou não

Agora, ao contrário do que dizem as editoras, scans também ajudam a vender. Cito meu 
caso, eu sempre fui fã de quadrinhos, mas a idades das trevas (anos 90) me afastou dos 
quadrinhos, me desliguei totalmente, cheguei ao ponto de ir nas bancas e sequer folhear as revistas, então um dia, por acaso, descobri o site do Eudes, aonde creio que foi o primeiro site a liberar os scans, e as duas primeiras coisas que baixei e li, foi O RETORNO DE HAL JORDAN, e SUPREMOS VOL I, fiquei embasbacado com supremos, foi ai que voltei ao mundo dos quadrinhos, de la pra cá, já comprei mais hqs do que nunca, e a maioria eu já havia lido.

Por exemplo, eu jamais compraria WE3.


Essa capa nunca me convenceria, foi graças aos scans, que vi o quão foda é a história, e hoje tenho em casa o encadernado.

Por isso, Scans sim, afetam a indústria dos quadrinhos, mas se usarem o cérebro, a inteligência, ao invés de coibir, usarão  a tecnologia a seu favor, e aí sim poderão ganhar muito dinheiro com isso.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Se quiserem mandar posts, é só mandar aqui: hdleitores@gmail.com


Atos Finais