Novidades

12 de fevereiro de 2015

The Affair - 1ª temporada

Pois bem, pois bem! Eae chuchus, beleza? Aqui quem fala é o Pequeno Cícero Badernista, e hoje vamos falar da série que levou o Globo de Ouro de 2015 como melhor série de drama: The Affair!




Enredo
A série fala sobre Noah Solloway, um professor de Nova York de 46 anos buscando se tornar um escritor, que é casado com Helen, com quem tem dois filhos e duas filhas. O casal, junto há cerca de vinte anos, possui um relacionamento saudável, apesar de algumas dificuldades.


No verão, a família Solloway costuma viajar pra Montauk, onde vivem os pais de Helen, que auxiliam Noah financeiramente (o pai de Helen é um escritor estilo John Green, que tem vários de seus livros adaptados para o cinema).

Em uma dessas viagens, Noah conhece Alice Bailey, uma moradora de Montauk que está tentando se recuperar de um trauma que marcou sua vida e a de seu marido, Cole. Depois de certos acontecimentos, Noah e Alice passam a ter um caso, que muda a vida dos dois por inteiro.



Estilo dos episódios
A série já começa com o fato de que um habitante de Montauk foi assassinado, e por isso, Noah e Alice são chamados por um detetive para testemunharem. Por isso, vemos o desenrolar da trama em grande parte através do testemunho (e lembranças) dos dois. Assim, um dos grandes diferenciais da série é que os episódios (que tem entre 50 e 60 minutos) são divididos em duas partes: uma na visão de Noah e outra na visão de Alice.


Esta técnica cria um clima interessante, pois assim nós não sabemos quais histórias contadas pelos dois aconteceram de fato: hora acreditamos na visão de Noah; hora acreditamos na de Alice; e ainda há momentos que parecem pura ficção criada por um deles.

Na visão de Noah, por exemplo, percebemos que ele se vê mais como um homem forte e heroico; que Alice foi quem avançou mais no início do relacionamento, sendo extremamente sedutora; e que o relacionamento tinha um caráter mais sensual. Na visão de Alice, ao contrário, a relação deles parece mais romântica, como um conto de fadas. Além disso, só descobrimos o que de fato se passa na casa de cada um deles através de suas respectivas visões.


Eae, vale?
Vale, vale. É uma boa série dramática, e o formato dos episódios é bem interessante. Além disso, as atuações estão excelentes, realmente marcantes. A trama parece boba, mas tem um desenrolar bacana. O final de temporada já dá a deixa pra uma nova temporada, então é bom ver agora enquanto ainda está curtinha.



8,5/10 panquecas nerds



(ah, se mereceu o Globo de Ouro? Não, em minha opinião. Mas não por ser ruim, e sim pela qualidade superior de outros concorrentes, como House of Cards ou The Good Wife)

Atos Finais