Novidades

17 de fevereiro de 2015

Homeland - 4ª temporada

Pois bem, pois bem! Eae galera, de boa? Aqui quem fala é o PCB, e hoje vamos falar da quarta temporada do seriado Homeland. Vamos lá:




Acho válido começar falando que esta temporada não é muito ligada às anteriores. Os personagens são os mesmos: agentes da CIA lutando contra o terrorismo, mas é como se fosse uma missão diferente daquela que motivou as três primeiras temporadas (como os filmes do James Bond, em que o personagem principal é o mesmo, mas cumprindo missões diversas).



Resumo da temporada (spoilers): Carrie Mathison (Claire Danes) é uma agente veterana da CIA, e que no momento está controlando a base da CIA no Irã. Certo dia, ela recebe uma informação de que Haqqani (Numan Acar), um dos terroristas mais procurados do país, foi descoberto em um prédio numa região meio deserta. Carrie ordena então que um avião drone destrua o lugar, sendo bem sucedida em sua missão.

Carrie

Acontece que estava ocorrendo um casamento no edifício atacado, levando a opinião pública a se voltar contra a CIA, e mais pra frente, acaba-se descobrindo que o Haqqani nem estava no local. Tudo foi um plano dele para que a CIA pensasse que ele estava morto, e assim ele pôde capturar o professor de Carrie, Saul (Mandy Patinkin).


Saul

Depois de momentos tensos de negociação, Carrie troca Saul por quatro terroristas que estavam presos. Se já não bastasse essa perda, no momento em que Claire estava voltando com seu mentor para a embaixada americana, eles são atacados por terroristas, em plena luz do dia. Isso fez com que toda a guarnição americana presente na embaixada fosse deslocada para a zona de conflito onde Carrie e Saul estavam em perigo.

Acontece que isso tudo foi um plano de Haqqani para que a embaixada americana ficasse desprotegida, já que os soldados americanos que geralmente ficavam no local haviam saído. Com essa brecha, Haqqani invade a embaixada, matando agentes da CIA que lá se encontravam e roubando a lista que continha o nome de todos espiões americanos presentes no país.

Haqqani

Após isso, Carrie e seu amigo Quinn (Rupert Friend), um espião americano, tentam assassinar Haqqani, mas são impedidos ao descobrirem que ele tinha auxílio de agentes americanos do alto escalão.

Quinn


Eae, vale?
Infelizmente, Homeland foi uma série que começou MUITO bem, mas que só veio decaindo desde então. Isso é nítido na quarta temporada que, mesmo tentando dar um reboot na história, se mantém desinteressante por vários momentos, só trazendo de volta aquele clima tenso de espionagem no final da temporada.

As atuações, incluindo a de Claire Danes, já passaram da fase de serem algo impressionante, parecendo algo feito no automático (tem até aquela coisa que me irrita de ficar enchendo de palavrão sem motivo, só pra parecer um diálogo importante). Além disso, em uma trama que se baseia em espionagem e no conflito entre países, não dá pra se ficar alongando muito, pois senão a trama pode se torna irreal até demais. 




No geral, a temporada começou muito chata, mas ficou interessante no final, apesar de toda a trama desenvolvida parecer forçada. Por fim, só resta a impressão de que Homeland deveria ter terminado na terceira temporada.



7/10 panquecas nerds

Atos Finais