Novidades

1 de janeiro de 2015

O que rolou na indústria de games em 2014

Pois bem, pois bem! Eae, galera que curte brincar com um consolo, de boa? Aqui quem fala é o PCB, e hoje vamos lembrar um pouco do que rolou na indústria de games em 2014.





1 – Ps4 e Xbox One completam seu primeiro ano de vida
Comecemos lembrando que os consoles da nova geração completaram seu primeiro ano de vida. Obviamente, contendo ainda galerias de jogos curtas, recheadas de ports e games remasterizados. Assim, se por enquanto não vale muito comprar um console novo, logo logo você vai pensar no assunto...

 
2 – Jogos esperados que foram experiências frustrantes
Algumas das grandes promessas que tínhamos pra esse ano mostraram-se, na verdade, jogos aquém do esperado, que se tornaram famosos pelo o hype, e não por sua real qualidade. Como exemplos, temos Destiny, Watch Dogs, além de outros.


3 – Surpresas positivas
Enquanto tivemos games que decepcionaram, outros surpreenderam.  Podemos citar Child of Light, que impressionou por sua simplicidade, não separada de qualidade, e Middle Earth: Shadow of Mordor, que nos trouxe um bom game sobre o universo de Tolkien, coisa que não se via há tempos.



4 – Ps Vita, quem vive de passado é museu...
Deve estar sendo difícil pros fanboys da Sony defenderem a política da empresa em relação ao seu console portátil, pois este, ultimamente, só tem vivido de games que são posts ou edições remasterizadas. Parece-me muito improvável alguém comprar uma versão de um game que já tem em outro console, melhor.


5 – ...mas revisitar o passado pode ser bom
Tivemos remakes excelentes de jogos excelentes esse ano. Mas no início do ano, tivemos por exemplo remakes de The Last of Us e Tomb Raider, enquanto mais pro fim do ano, foi lançado uma versão de GTA 5 pros consoles da nova geração, agora permitindo jogar o jogo em primeira pessoa.


6 – Nintendo é coisa de criança? Então dá-lhes brinquedinhos
Na E3 desse ano (maior evento de games), a Nintendo apresentou os Amiibos, que são bonequinhos de personagens da empresa que podem guardar informações de seus personagens dos games. É como se fossem avatares de seus games em forma física. Não sei se foi muito sábio, em um ano que tantos boatos negativos rolaram sobre a empresa, focar em brinquedos em vez de novos jogos.



7 – bugs grotescos em games
Imagine você, bom gamer brasileiro, comprar um jogo de duzentos reais, pra encontrar um produto “final” cheio de falhas. Esse ano, muitos gamers sentiram essa frustação, em games como Drive Club ou Assassin’s Creed: Unity... depois disso, basta esperar as empresas lançarem atualizações gigantes, que ocupam vários gigabytes dos nossos videogames.


8 – Sétima geração dando seus últimos sinais de vida
Enquanto os consoles da nova geração vão ganhando mais espaço, Ps3 e Xbox 360 vão recebendo menos jogos, sendo que alguns dos jogos podem ser encontrados em versões melhores no Ps4 e Xbox One. O que não quer dizer, claro, que não se tenha muita coisa pra jogar ainda no seu Ps3 ou 360.

 
9 – The Game Awards
Antiga Video Game Awards, a The Game Awards é a maior premiação de games do ano. Bem, com certeza foi a maior em relação ao tempo de duração, levando o evento a ser cansativo, com mais de três horas.

 
10 – Promessas pra tempos futuros
Tirando um ou outro game bom, 2014 foi mais um ano de anúncio pra grandes games que virão em 2015. Assim, os grandes eventos do ano mais mostraram prévias de produtos que ainda falta um bom tempo para vermos. Mas ainda assim, esperamos com afinco grandes games pro futuro.



Pois é galera, com certeza teve muitas outras coisas dignas de nota. Então digam aí o que mais rolou de memorável em 2014, seja positivo ou negativo.

Atos Finais