Novidades

29 de dezembro de 2014

Os prêmios de GOTY 2014 do Lojinha

 DANE-SE A INTRODUÇÃO, VAMOS PULAR LOGO PROS PRÊMIOS QUE EU JÁ REESCREVI ESSE POST INTEIRO MAIS DE DUAS VEZES AEEEE!

Melhor perda de tempo: Hyrule Warriors


Ah, eu nem devo ter jogado tanto esse jogo. Vamos ver aqui... 40 horas. Puta que o pariu, eu nem sabia que tinha 40 horas disponíveis no meu dia. Como assim, cara? Jogo do demônio.

 Hyrule Warriors, para quem não sabe, é um jogo Musou. Ou seja, você tem dois botões e precisa estraçalhar uma horda de soldados que só estão ali para servir como bucha de canhão. Ele tem um modo história bem razoável, mas o problema reside no modo aventura.

 São dezenas de missões que te obrigam a seguir jogando e jogando e jogando para conseguir mixarias como roupas. E novas armas. E dinheiro. E céus, você sabe que precisa de tudo isso, e essa missão dura apenas 20 minutos, no máximo. Pff. Moleza. Uh, eu desbloqueei essa parte do mapa! Vamos só ver quais são as missões e...

 E assim se passam 40 horas.

Melhor demo: Super Smash Bros 3DS


Sejamos sinceros. O jogo de verdade é Super Smash Bros Wii U. A versão de 3DS só está ali para te acalmar enquanto o produto de verdade está sendo polido. Não que ela não seja divertida, afinal é Smash Bros. Só que ninguém vai preferir ela quando se tem a de Wii U.

 Exceto quem não tem um Wii U. Nesse caso, vocês se deram mal.

Melhor primeira metade: Bravely Default


 Bravely Default é um jogo excelente. A história tem um bom ritmo, o combate é o melhor combate por turnos que um RPG pode ter e tem aquele lance da série Tales que os personagens podem conversar um com o outro durante a aventura. Mais jogos deveriam ter isso.

 O problema é que a segunda metade do jogo é uma repetição vagabunda para aumentar o tempo de jogo. Tudo bem que tem sentido na história e que o final é foda demais, mas eu até parei de jogar no meio.

 Qualquer coisa, joguem até as primeiras 40 horas e depois vejam o fim no Youtube.

Melhor jogo para jogar sozinho: Bayonetta 2


Bayonetta 2 é um jogo foda. Ele pega o combate do primeiro Bayonetta e refina, tornando a experiência muito mais agradável e suave. Só que... não bote esse jogo na TV enquanto os membros de sua família estão em casa.

 Afinal, a Bayonetta faz tudo que uma stripper faria. Ela abre as pernas, faz pole dancing, tira partes da roupa enquanto ataca, usa de técnicas de sado-masoquismo com seus adversários... um jogo de família. E, claro, não ajuda quando você bota as roupas fetichistas dela, afinal você claramente fez isso. Seu pervertido.

Melhor diálogo entre inteligências artificiais: The Fall



Um prêmio inteiramente válido.

Melhor jogo de 2013 que eu só joguei em 2014: Wolf Among Us


 A LISTA É MINHA E EU FAÇO O QUE EU QUISER COM ELA.

 E, no fim das contas, alguns episódios de Wolf Among Us saíram em 2014. Não me encha. E é um excelente motivo para dar um prêmio a esse jogo sensacional. Os diálogos são ótimos, as cenas de combate me divertem, a história é mais ramificada e no geral o ritmo é bem mais acelerado do que os jogos de Walking Dead, o que é um grande ponto.

 Segundo melhor jogo da Telltale de todos os tempos? Com certeza.

Melhor direção de arte: Child of Light


 Eu não podia deixar de premiar Child of Light. Seria como tirar o sorvete de uma criança e jogar na cara dela. O problema seria como. 

 Melhor RPG? Meh, o combate é bem simples e nada original. Melhor história? É um conto bobinho de fadas, não se destaca nisso? Melhores... rimas? Porra, forçaram bastante pro jogo ser inteiramente rimado.

 Pense, pense, pense. Child of Light é... bonito? Isso, vamos ficar com esse prêmio. Beijos.

Melhor cagaço: P.T


PUTA QUE PARIU, CARA, FIQUEI COM MEDO ABSURDO DO TRAILER. VAI SE FUDER.

Melhor jogo para todas as ocasiões: Mario Kart 8


AIN, MEU DIA FOI TERRÍVEL. Jogue Mario Kart 8 que melhora. AIN, QUE DIA EXCELENTE. Jogue Mario Kart 8 pra coroar. AIN, TEM GENTE EM CASA. Jogue MK8 para todo mundo se divertir. AIN, TÔ SOZINHO. Jogue online.

 Não há um momento em que você não deve jogar Mario Kart 8. De longe o melhor Mario Kart, com mecânicas refinadas e gráficos maravilindos. O modo online é excelente, sem nenhuma lag (a menos que sua internet seja movida por carvão), e com DLC's que adicionam o suficiente para encher metade do jogo.

 Agora, se me dá licença, vou atrasar esse post e jogar Mario Kart. BEIJOS, AQUAMEIN!

Melhor jogo: Shovel Knight


QUE JOGO FODA. 

Você com certeza deve ter visto uma centena de jogos indies que pegam gráficos 8-Bits e tentam usar de sua nostalgia para jogá-los. A diferença é que pouquíssimos se dispuseram a trabalhar em cima dos jogos de NES, aprimorando o que fosse necessário enquanto ainda mantendo a carta de amor aos clássicos.

 Shovel Knight faz isso tudo e muito mais. 

 Ele combina aspectos de dificuldade adaptativa de Dark Souls com uma base feita do combate refinado e cenários temáticos de Megaman, pula-pula de Ducktales e cidades de Zelda II, mesclando tudo com músicas incrivelmente sensacionais. Se o que eu te acabei de escrever não te faz querer jogar esse jogo (que está em promoção na Steam, desconfio), você não tem coração.

Atos Finais