Novidades

24 de novembro de 2014

TEM QUE LER! Y o Último Homem!

Olá jovens que não sabem porrra nenhuma da vida. Tudo bom? Imagino que desde meu último post vocês tem andado por aí como zumbis, batendo as cabeças na paredes e se perguntando: “como eu vou saber o que há de bom nesse mundo sem ter o Badernista para me guiar?


Mas não se aflijam! No artigo de hoje vou falar de uma das séries que alcança as notas mais altas na escala “ME DIVERTE” em minha preguiçosa existência: Y O Último Homem.

O que você faria de do dia para noite você se tornasse o único humano do gênero masculino na face da Terra? E qual seria o impacto de vivermos em um mundo sem homens? A partir dessas duas premissas básicas o o escritor Bryan K. Vaughan e a desenhista Pia Guerra criaram uma das melhores séries já publicadas sob o selo  da Vertigo.


Durante 60 edições, acompanhamos escapista iniciante Yorick Brown e seu macaco de estimação Ampersand em um mundo em que uma epidemia em poucas horas eliminou todos os seres vivos do sexo masculino do planeta. O que a princípio pode parecer uma dádiva, pois por ser o último homem da Terra o protagonista poderia já chegar encoxando de pau duro e passando o manjoulo geral para a humanidade não se extinguir de vez, mostra-se um tremendo fardo para Yorick e todos aqueles que tentarem ajudá-lo na sua jornada atrás de respostas.

(Ampersand rouba a cena em vários trechos. Para muitos é o real protagonista da série.)

Isso ocorre porque Vaughan parte de um acontecimento catalisador altamente improvável, para dali em diante contar a história baseada em elementos de como seria nossa sociedade sem a presença dos homens. Como ficam os países do mundo sem seus soldados, líderes políticos e religiosos, cientistas, pilotos de avião, e outras profissões que são majoritariamente exercidas por profissionais do sexo masculino? Com essas questões o autor consegue questionar a desigualdade entre os sexos de maneira muito contundente sem ser panfletário.

(Agente 355, Yorick e Ampersand. Tudo PETRALHA!)

Mas não se engane por esse aspecto mais político que eu como bom comunistinha-do-tuíterr destaquei no parágrafo acima. “Y, O Último Homem” é uma série muito bem escrita, com personagens muito carismático, diálogos excelentes e que foge das soluções mais fáceis e clichezentas em todos os pontos chaves da história.
Diverte em vários trechos assim como em outros irá lhe fazer chorar em posição fetal como se você estivesse assistindo a um episódio de Dereck.

POR ISSO SE FODE AÍ PARA COMPRAR OS ENCADERNADOS QUE A PANINI LANÇOU AQUI, PEGA EMPRESTADO DE ALGUÉM E NÃO DEVOLVE, ALUGA NA MINHA BANCA COMUNISTA, MAS TEM QUE LER:  “Y, O ÚLTIMO HOMEM”!
É LEITURA QUE CONSTRÓI NAÇÕES!

ULTRA BADERNISTA BABACA E   ÚLTIMO MANJOULUDO DA TERRA.
______________________________________________________________________________________________
Esse foi mais um post do nosso chégas Ultra Badernista. Se algum de vocês também quiser ver um texto publicado por aqui, mande um e-mail para: hdleitores@gmail.com

Até a próxima ;)

Atos Finais