Novidades

13 de novembro de 2014

TEM QUE LER! Homem-Aranha: A Era do Uniforme Negro

Olá jovens, como vão? Tudo em ordem? Espero que sim.

Graças a calorosa recepção ao meu primeiro post aqui no HDL, decidi interromper minha maratona das temporadas de Dr. Who do período mesozóico e iluminar vossas ignorâncias com o brilho da minha estrela.


E sim, vou escrever sobre a Marvel! E Não!  Vocês não estão bêbados nem eu sóbrio! Afinal, sou obrigado a reconhecer que mesmo a Casa das Idéias Copiadas tem algumas exceções em sua historiografia mediana para confirmarem a regra.
Em 1984 era lançada a maxi-série Guerras Secretas com o nobre intuito de promover uma linha de bonequinhos com os personagens da editora. Na “trama” um ser super-poderoso o Benjonhson levava os maiores heróis e vilões da Terra para quebrarem o pau num planeta aí. A certa altura da “história”, 

O Homem-Aranha teve seu uniforme destruído e teve a recorrer a uma máquina-de-costura alienígena para conseguir um novo.

(Os Bonecos feito pela Mattel. Detalhe para o escudo que trazia a 
identidade secreta do personagem. Muito útil em uma batalha)

Assim como a Marvel costuma fazer com a DC essa máquina copiou descaradamente o uniforme da então Mulher-Aranha e criou um uniforme negro para o Cabeça-de-Teia  que serviu também para a Mattel e a Marvel terem mais um bonequinho de seu personagem mais popular nas prateleiras.
A origem não é lá grandes merdas, mas a verdade é que talvez a “Era do Uniforme Negro” tenha sido a última fase do personagem em que ele ainda  mantinha um pouco da essência de sua criação.

Explico: Ao retornar a Terra, apesar da beca nova, que conseguia fabricar teia sozinha e também se transformar em outras roupas, Peter Parker estava numa lama só. Quebrado de grana, morando num muquifo, se envolvendo com uma porrada de vilões ao mesmo tempo e até a sua namorada que era a gostosa da Gata Negra só tinha ~tesaun~ pela a identidade heróica do cara.

(Credo! Põe essa máscara!)

Era em essência o mesmo fodido picado por uma aranha radioativa, mas agora era um fodido crescido que começava a enfrentar os problemas da vida adulta, mantendo seu principal apelo entre os leitores que era o de ser um super-herói com problemas comum a qualquer pessoa.

Até o uniforme que parecia ser uma das poucas coisas boas ocorridas para ele no período acabou se revelando um simbionte alienígena que o obrigou a recorrer à ajuda do Quarteto Fantástico para se livrar dele.

(...e teve que voltar para casa com um uniforme emprestado e um saco de pão na cabeça!)

A Era do Uniforme Negro teve grandes momentos dos quais destaco: A morte da Capitã Jean DeWolff, uma história em que o Aranha sozinho tinha que enfrentar o poderosíssimo Senhor do Fogo em Nova York, a batalha final entre Peter e o simbionte em uma catedral e, é claro, A Última Caçada de Kraven, a história rejeitada por não atingir os padrões de qualidades da DC Comics e que se transformou em uma das melhores do universo Marvel.


POR ISSO ESQUEÇA ESSAS MERDAS DE CLONES, PACTOS DOM O DIABO BREGA DA MARVEL, GWEN STACY DANDO PRO DUENDE VERDE OU DOUTOR OCTOPUS VIRANDO HOMEM-ARANHA!

VÁ LER A FASE DO UNIFORME-NEGRO POIS MESMO SENDO DA MARVEL ELA DIVERTE E CONSTRÓI NAÇÕES!
BEIJOS!

ULTRA BADERNISTA EX-DELINQUENTE MARVECO E HOJE DECENAUTA DE CRISTO!
______________________________________________________________________________________________
Esse foi mais um post do nosso chégas e possível futuro(ou não...) colaborador, Ultra Badernista. Se algum de vocês também quiser ver um texto publicado por aqui, mande um e-mail para: hdleitores@gmail.com. Até a próxima ;)

Atos Finais